Mais sobre Prince Edward Island

Visitar uma cidade ou província é bem diferente de morar nela. Então, para você que está considerando passar uma temporada estudando fora do país, trouxemos informações importantes para viver em Prince Edward Island.

PEI é conhecida como “a horta do Canadá”.  A pequena população está bem distribuída na província entre a área rural e urbana. Dos 150 mil habitantes, cerca de 40 mil vive em Charlottetown, a capital da província.

Esse ar bucólico é a primeira coisa que notamos quando chegamos em PEI. A capital Charlottetown passa aquele ar de cidade de interior: segura, tranquila, sem horas de rush e a facilidade se locomover a pé pela cidade. 

Mas se engana quem acha que em PEI reina o marasmo e o tédio. A população é hospitaleira e acolhedora com os novatos, e num ambiente onde todos se conhecem fica bem fácil criar um círculo social relativamente rápido, o que é essencial para a boa adaptação dos recém-chegados.

Há muito o que fazer – a cidade tem vários grupos de teatro amador e profissional, museus, galerias de arte, ruas e construções históricas, museus, parques. Para quem gosta de esportes, não faltam oportunidades para praticar diversas modalidades – uma das mais populares em PEI é o golfe.

A vida noturna é bastante agitada, com restaurantes e pubs com música ao vivo, peças de teatro profissionais, e festivais variados acontecendo durante todo o ano. Os mais conhecidos são o Festival of the Lights, Jazz and Blues Fest, Rollo Bay Fiddle Fest e Jack Frost Children’s Festival. Sem falar nas ruas históricas, parques, museus e galerias de arte.

Economia e trabalho

Os setores mais tradicionais da economia de PEI são a agricultura, a pesca e o turismo. As modernas fazendas da província produzem grãos, batata e frutas. Na pesca, o forte é a exportação de lagostas, que chega, nos períodos de pico, a empregar mais de 8 mil pessoas. O setor do turismo, não menos importante, recebe cerca de 1,5 milhões de pessoas anualmente, procurando relaxar nas praias, se divertir nas ruas de Charlottetown e imaginar ser, por uns dias, a Anne of Green Gables.

No entanto, a região tem recebido muito investimento para desenvolvimento de novos setores econômicos. A indústria aérea tem crescido muito na província, tanto com fábricas, como centros de treinamento customizados para as empresas aéreas.

A indústria farmacêutica e da biociência tem um polo novíssimo em PEI, e concentra-se em fabricar produtos para saúde humana e animal, além de desenvolver pesquisa de novos tratamentos.

Por fim, empresas de tecnologia têm se estabelecido na região, atraídas por disponibilidade de trabalhadores qualificados e baixos custos de operação – e a indústria de energia renovável tem se desenvolvido fortemente dentro da província.

Como reflexo destes novos investimentos, PEI tem vivido um momento de forte crescimento econômico. Em 2019, houve um crescimento de 11% nas exportações, liderada pela exportação de lagostas congeladas para a China (aumento de 30%), e hélices para aeronaves para os EUA (que também cresceu 30%). Há um pouco de incerteza sobre as exportações agrícolas – mas o aquecimento da pesca e da indústria aérea são consistentes e garantem a demanda por profissionais qualificados.

Com a economia aquecida, PEI tem recebido uma grande quantidade de imigrantes internacionais (aumento de 3,3% em 2019) – atrás apenas de Ontario em números relativos (o crescimento da imigração em Ontario foi de 3,5% no mesmo período).

Este grande fluxo de pessoas para a província promoveu um grande aquecimento  do setor da construção civil, pois a taxa de disponibilidade de imóveis para locação residencial caiu de 4,9% para para 0,3%. Isto acabou por encarecer um pouco o valor de mercado dos imóveis e aluguéis – mas que comparados às grandes metrópoles do país, ainda são mais acessíveis.

Educação

O sistema público e gratuito de educação de PEI é reconhecido pela sua alta qualidade de ensino, obrigatório até os 19 anos de idade para canadenses e residentes permanentes.

Depois do ensino médio, os estudantes podem seguir pelo caminho das profissões técnicas e tecnólogas, ou pela formação universitária. Há diversas opções que se encaixam nas necessidades de todos os alunos.

A  Go Tour visitou a UPEI (University of Prince Edward Island), Holland College e o Collège de l’île. Nos próximos posts, vamos entrar nos detalhes de cada instituição, sua estrutura, seus cursos e sobre como recebem seus alunos internacionais. 

Por enquanto, se quiser saber mais sobre PEI, para turismo ou estudos, estamos prontos para lhe ajudar!

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário